15 Filmes Eróticos Orientais

Por Philippe Leão

Twitter: @Cineplotoficial
Instagram: @Cineplotoficial
Facebook: www.facebook.com/cineplot

As listas de filmes eróticos do Cineplot fizeram enorme sucesso. Não é atoa, o sexo, para muitos pensadores, é a essência humana. Pensando nisso, trazemos uma variação dessas listas afim de abarcar a região onde parece que Eros mais se manifesta no Cinema. O Oriente!

Confira a lista de Filmes Eróticos I

Confira a lista de Filmes Eróticos II

Confira o nosso Canal no YouTube!

 

 

Filmes Eróticos Orientais

 

 

Amor à Flor da Pele

Amor à Flor da Pele

Direção: Kar Wai Wong
País: China
Nome Original: Fa Yeung Nin Wa

Chow Mo-Wan (Tony Leung), editor de um jornal, se muda com sua mulher para um novo prédio. Quase ao mesmo tempo, Su Li-Zhen (Maggie Cheung), uma linda secretária, e seu marido, um executivo, também se mudam para o mesmo edifício. Com seus companheiros frequentemente viajando a trabalho, Chow e Li-Zhen passam quase todo tempo juntos, como bons amigos. Eles têm muito em comum, desde compras até artes marciais. Logo, ficam chocados ao descobrir que seus companheiros estão tendo um caso. Machucados e irritados, encontram conforto em sua crescente amizade, mesmo quando resolvem não fazer o que os dois infiéis fizeram.

 

Moebius

Moebius

Direção: Kim Ki Duk
País: Coreia do Sul
Nome Original: Moebiuseu

O provocador Kim Ki-duk volta com uma conturbada crônica familiar, uma mistura de thriller psicológico, comédia grotesca e uma perversa ode ao sadomasoquismo. Nesta metáfora sobre a obsessão contemporânea com a própria sexualidade, conduzida por personagens sem nomes e narrada sem auxílio de diálogos, o diretor coreano acompanha a briga entre um casal que, observado pelo filho adolescente, discute sobre a infidelidade do marido. O conflito se desdobra em uma cadeia de eventos violentos, culminando em um epilogo dramático de destruição.

 

Onibaba

onibaba

Direção: Kaneto Shindo
País: Japão
Nome Original: Onibaba

Século 14, Japão. Esperando o filho que está na guerra, uma mulher e sua nora sobrevivem em uma aldeia através de tocaias que armam para alguns soldados, matando-os e vendendo seus pertences. Com a morte do filho, a mãe põe em prática um plano diabólico para manter a companhia de sua nora.

 

A Mulher da Areia

A Mulher da Areia

Direção: Hiroshi Teshigahara
País: Japão
Nome Original: Suna no Onna

Um entomologista amador resolve sair da cidade e passar o fim de semana numa área desértica do Japão, a fim de coletar insetos raros. Ele pernoita numa casa onde habita uma estranha mulher. Logo ele vai perceber que caiu em uma armadilha, a qual não existe saída.

 

Império dos Sentidos

Império dos Sentidos

Direção: Nagisa Oshima
País: Japão
Nome Original: Ai no Korîda

A história de uma ex-prostituta que envolve-se em um caso de amor obsessivo com o senhorio de uma propriedade onde ela trabalha como criada. O que começa como uma diversão inconseqüente transforma-se em uma paixão que ultrapassa quaisquer limites.

 

A Ilha

A Ilha

Direção: Kim Ki Duk
País: Coréia do Sul
Nome Original: Seom

Depois de perder a inocência, uma mulher deixa de falar. Como um pássaro em uma gaiola, vive numa ilha num sítio remoto onde dá bebidas aos pescadores e os consola nas horas de aborrecimento. A chegada à ilha de um pescador com vontade de se suicidar vai quebrar-lhe a rotina. Apesar de o ter salvado da morte e de ser a sua amante, a mulher não consegue prendê-lo à sua realidade.

 

O Gato Preto

O Gato Preto

Direção: Kaneto Shindo
País: Japão
Nome Original: Kuroneko

Vivendo em uma cabana isolada cercada por um imenso bambuzal, duas mulheres são estupradas e morrem queimadas após samurais tocarem fogo na cabana. Retornando como espíritos, elas se vingam de toda a classe induzindo vários samurais a uma mansão imaginária para lá os assassinar. Ao retornar de uma sangrenta batalha, um jovem samurai se depara com as ruínas de sua cabana onde moravam sua mãe e esposa, ao mesmo tempo em que é convocado a exterminar a desconhecida maldição que aflige sua classe, porém sem conhecer a verdadeira fonte do mal.

 

O Funeral das Rosas

 

Direção: Toshio Matsumoto
País: Japão
Ano: 1969
Nome Original: Bara no sôretsu

No primeiro filme de Toshio Matsumoto aparentemente nada é tabu: nem a inclusão de ornamentos visuais vindos diretamente do mundo do design gráfico, da pintura, quadrinhos e da animação contemporânea, nem a mostra convicta de nudez, de sexo, de consumo de drogas e de casas de banho públicas. Mas entre todas as “transgressões” que aqui figuram, há talvez uma que sobressai mais: o retrato inovador e sem concessões que o filme apresenta da subcultura gay japonesa.

 

O Teste Decisivo

Teste Decisivo

Direção: Takashi Miike
País: Japão
Nome Original: Ôdishon

Sete anos após a morte de sua esposa, o executivo Aoyama conta com a ajuda de seu amigo, um produtor de TV, que arma uma audição para um filme afim de escolher sua futura esposa. O viúvo fica fascinado por Yamazaki, uma jovem bela e misteriosa.

 

Purgatório Heróica

Direção: Yoshishige Yoshida
País: Japão
Ano: 1970
Nome Original: Rengoku Eroica

Uma garota se apresenta como filha de um casal: ela dona de casa, ele um misterioso cientista. A suposta filha terminará por seduzir o alegado pai. Antes disso, o cientista será perseguido por vários grupos de extrema esquerda, que atuam talvez para que o Japão sucumbisse ao comunismo. Mas o próprio governo encarcera, prende e tortura o pesquisador, acusando-o de promover a revolução, fato que ele nega.

 

Boneca Inflável

Boneca Inflável

Direção: Hirokazu Koreeda
País: Japão
Nome Original: Kuuki Ningyou

Nozomi, é o brinquedo sexual e “companheira” de um garçom de lanchonete solitário, que conversa e cuida da boneca como se fosse uma namorada, com direito a banho de xampu de luxo e passeios noturnos no parque. Em troca, a boneca cumpre a função para a qual foi fabricada, servir como substituta para suprir os desejos sexuais de seu dono. À medida que vai tomando consciência de que está viva e aproveitando a ausência do patrão até a noite, a bela de plástico lança-se em caminhadas exploratórias pelo bairro, descobrindo pessoas e uma existência que jamais imaginou.

 

2046

2046

Direção: Kar Wai Wong
País: China
Nome Original: 2046

O escritor Chow Mo-Wan (Tony Leung Chiu Wan) retorna a Hong Kong para escrever um romance. Ele se hospeda em um hotel barato em Wanchai, assumindo a personalidade de playboy e conquistador. Chow inicia uma série de relações amorosas com quatro diferentes mulheres que se hospedam no quarto 2046, que fica em frente ao seu. Enquanto isso, atormentado pelas lembranças dos anos que passou em Cingapura, Chow escreve uma história de ficção científica chamada “2046”. Na história os passageiros de um trem fazem uma interminável viagem rumo a um destino misterioso, onde esperam reencontrar suas memórias perdidas.

 

Sede de Sangue

Sede de Sangue

Direção: Chan Wook Park
País: Coréia do Sul
Nome Original: Bakjwi

Um popular e adorável padre de uma pequena cidade, se torna voluntário de uma experimento médico, que dá errado e o transforma em vampiro. Ao tentar reverter o processo, começa a ter um caso com a esposa de um amigo e mergulha cada vez mais na imoralidade.

 

A Criada

Direção: Chan Wook Park
País: Coréia do Sul
Nome Original: The Handmaiden/Ah-ga-ssi

Coreia do Sul, anos 1930. Durante a ocupação japonesa, a jovem Sookee (Kim Tae-ri) é contratada para trabalhar para uma herdeira nipônica, Hideko (Kim Min-Hee), que leva uma vida isolada ao lado do tio autoritário. Só que Sookee guarda um segredo: ela e um vigarista planejam desposar a herdeira, roubar sua fortuna e trancafiá-la em um sanatório. Tudo corre bem com o plano, até que Sookee aos poucos começa a compreender as motivações de Hideko.

 

Paixão Ardente 

Direção: Yoshishige Yoshida
Ano: 1968
País: Japão
Nome original: Affair in the Snow

Em um resort isolado nas montanhas cobertas de neve, uma mulher se envolve em um triangulo amoroso com seu volátil amor e seu ex-namorado com o qual nutre um amor platônico.

________________

AJUDE O CINEPLOT!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *