10 Filmes para Conhecer Walter Hugo Khouri



Por Philippe Leão

À contramão do que vinha fazendo nosso cinema – Khouri foi contemporâneo ao Cinema Novo – W.H Khouri preocupou-se em filmar a classe alta da sociedade, explorando suas angustias e decadência moral. Seu erotismo, o qual o levou a ter também um grande sucesso de público, ao contrário do que vinha sendo produzido na Boca do Lixo, expunha um incômodo incomum. Havia em Khouri algo diferente do que se produzia no território nacional, fazendo com que fosse comparado com diretores como Ingmar Bergman e Michelangelo Antonioni.

Conheça um pouco mais de Walter Hugo Khouri!

 

Filmes para Conhecer Walter Hugo Khouri

 

 

NOITE VAZIA

Diretor: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1964

Dois amigos contratam os serviços de uma dupla de prostitutas. O que seria uma noite de prazer acaba se transformado em um embate entre os quartos, revelando pouco a pouco suas angústia e ressentimentos e aflorando seus sentimentos mais íntimos e profundos.

 

PALÁCIO DOS ANJOS

Diretor: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1971

Três companheiras de trabalho, Bárbara, Ana Lúcia e Mariazinha, se associam para explorar a “mais antiga profissão do mundo”. Bárbara, a mais decidida e ambiciosa, sugere às amigas que copiem o fichário sigiloso para atrair clientes ricos e esbanjadores. O plano é posto em prática quando Ricardo, o chefe da firma, não conseguindo fazer de Bárbara sua amante, a despede. As três moças pensam, então, enriquecer tão rapidamente, que, um ano depois possam trocar a prostituição em seu “palácio dos anjos” por uma vida segura e tranquila, em algum lugar onde ninguém as conheça. A “armadilha” preparada para enredar os impetuosos milionários acaba por envolvê-los emocionalmente. Mariazinha sofre uma depressão psíquica e abandona a vida que leva, voltando para a companhia (e a pobreza) de sua mãe. Bárbara e Ana Lúcia não conseguem fugir à sedução de seu “palácio” (o requintado apartamento em que exercem sua “profissão”). Ana Lúcia só o abandona para instalar outro, de sua exclusiva propriedade. E Bárbara se refugia, sozinha, num mundo de sonhos e frustrações.

 

AS DEUSAS

Diretor: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1972

Ângela, hipersensível, insegura e problemática, é paciente de Ana, jovem psiquiatra sem muita experiência profissional. Na origem da depressão da primeira, estão diversos fatores, inclusive sua ligação com Paulo, misto de dominador e vítima. Admitindo ter conduzido de forma indevida o tratamento de Ângela, Ana quer passar o caso para um profissional mais experiente, e empresta sua casa de campo para que sua paciente se isole e repouse. Ângela, porém, tem necessidade da presença de Ana, e Paulo se vê na contingência de chamar a doutora, que não conhecia, diante da inquietação de sua mulher. A casa passa a ser então um pólo catalisador para essas três pessoas, que começam a misturar suas emoções, seus problemas, seus sentimentos e até suas personalidades.

 

O ÚLTIMO ÊXTASE

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1973

Jovem vai acampar com alguns amigos, procurando um pouco de paz, mas acontecimentos estranhos e perturbadores acontecem.

 

ESTRANHO ENCONTRO

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1958

Torturada mentalmente por um homem que sofre de neurose de guerra, Julia certa noite consegue fugir e é recolhida por um jovem que a oculta numa casa de campo pertencente a uma amiga a quem está preso por laços muito ìntimos. O zelador, no afã de receber recompensa monetária anunciada na imprensa pelo perseguidor da jovem, denuncia o paradeiro dela.

 

ANJO DA NOITE

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1974

Ana, uma jovem estudante, é contratada como babá de duas crianças que vivem com a família em uma mansão no meio de um imenso vale. Deixada sozinha com o menino e a menina, e também com o vigia, a babá começa a receber insistentes telefonemas ameaçadores durante a noite, entrando numa espiral de pânico com conseqüências trágicas – principalmente quando descobre que os telefonemas são feitos DE DENTRO DA CASA!

 

EROS, O DEUS DO AMOR

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1981

São Paulo, grande metrópole. Marcelo, 48 anos, casado com Eleonora, pai de Berenice, declara seu amor e ódio pela cidade. Por intermédio de Ana, sua atual amante que trabalha numa galeria de arte, Marcelo lembra suas fascinações e seus amores pelas mulheres que passaram pela sua vida.
Entre elas, acham-se: a mãe desejada; a professora de inglês com quem, em 1945, se envolvera sexualmente; o fascínio de criança por uma líder comunista em 1935; a empregada que cuidava dos cavalos da fazenda de sua mãe; a colegial virgem em 1969; a amante masoquista; Ada, que procurou mudar sua vida; duas prostituas; a astrônoma que lhe falou da infinitude do universo; a escultora que não conseguiu modelar seu rosto em argila; a japonesa de um bordel da Liberdade; a professora de filosofia que lhe ensinou o amor pelas idéias platônicas.
A esposa e a filha questionam o seu cinismo. Eleonora, sem jamais executar a ação, sempre o ameaça com a divisão dos bens. Em sua garçonnière, Ana lê trechos de um livro sublinhado. Ela tenta fazer com que Marcelo despreze seus dias de conquistador, a fim de construírem algo juntos, mas, queixando-se de sua artificialidade e de seu egoísmo, termina rompendo com ele. Marcelo então procura a mulher que seja a soma de todas.

 

AS FILHAS DO FOGO

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1978

Mulher vivendo em São Paulo vai para Gramado, sul do Brasil, para visitar uma amiga. Juntas, elas conhecem uma estranha mulher que está envolvida em estranhas experiências em parapsicologia. A partir daí, eventos bizarros começam a acontecer.

 

CONVITE AO PRAZER

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1980

Marcelo (Roberto Maya) é um empresário milionário e casado, que dedica grande parte do seu tempo a fazer sexo com várias mulheres. Quando reencontra um amigo dentista (também casado), Luciano (Serafim Gonzalez), que não via há 4 anos, o convida a participar das incessantes sessões de sexo em um apartamento luxuoso, que mantêm exclusivamente para esta finalidade. Ao mesmo tempo os casamentos de ambos ficam cada dia numa situação mais crítica. Ana (Sandra Bréa), esposa de Marcelo, sabe desta situação e a aceita, enquanto que Anita (Helena Ramos), a esposa de Luciano, não se conforma com tais acontecimentos.

 

PAIXÃO E SOMBRAS

Direção: Walter Hugo Khouri
País: Brasil
Ano: 1977

É a história de um diretor de cinema perplexo diante da obra realizada, confuso do ponto de vista existencial e indeciso quanto aos caminhos a seguir, por causa das dificuldades crescentes antepostos ao exercício da sua atividade criadora.No estúdio onde rodou quase todos os seus filmes, o cineasta vive o drama de saber que o prédio vai se transformar num supermercado. A atriz que o acompanha está indecisa entre a televisão e o cinema. Por causa da televisão ela não fará o filme para o qual sua presença é essencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *