10 Filmes sobre Exploradores e Conquistadores

Por Philippe Leão

Facebook: www.facebook.com/cineplot
Twitter: @Cineplotoficial
Instagram: @Cineplotoficial

A conquista do novo. Seja por vias do poder, da força ou da vontade pelo desconhecido, os filmes desta lista apresentarão propostas de exploradores por novos espaços, trazendo com isso os embates do homem com o lugar.

Filmes como O Abraço da Serpente mostram o contato do homem “civilizado” com o homem “primitivo”, esbanjando os limites da técnica moderna na sociedade. Já Dersu Uzala, de Akira Kurosawa, é um épico sobre conquistadores que encontram um nativo que, por sua vez, transforma os mitos do lugar, da floresta, no tema central das forças narrativas.

Confira alguns belíssimos filmes com a proposta!

Antes, confira nosso Canal no YouTube:

 

Filmes sobre Exploradores e Conquistadores

 

O ABRAÇO DA SERPENTE

Direção: Ciro Guerra
País: Colômbia
Ano: 2015
Nome Original: El Abrazo de la Serpiente

Karamakate, outrora um poderoso xamã da Amazônia, é o último sobrevivente de seu povo, e agora vive em isolamento voluntário nas profundezas da selva. Os anos de solidão absoluta o tornam vazio, privado de emoções e memórias. Sua vida sofre uma reviravolta quando chega ao seu esconderijo remoto Evan, um etnobotânico alemão em busca da Yakruna, uma poderosa planta capaz de ensinar a sonhar.
O xamã decide acompanhar o estrangeiro em sua busca, e juntos embarcam em uma viagem ao coração da selva, onde passado, presente e futuro se confundem, fazendo-o aos poucos recuperar suas memórias. Essas lembranças trazem uma dor profunda que não libertará Karamakate até que ele transmita o conhecimento ancestral que antes parecia destinado a perder-se para sempre.

 

LAWRENCE DA ARÁBIA

Direção: David Lean
País: Reino Unido
Ano: 1962
Nome Original: Lawrence of Arabia

Em 1916, em plena I Guerra Mundial, o jovem tenente do exército britânico estacionado no Cairo pede transferência para a península arábica, onde vem a ser oficial de ligação entre os rebeldes árabes e o exercito britânico, aliados contra os turcos, que desejavam anexar ao seu Império Otomano a península arábica. Lawrence, admirador confesso do deserto e do estilo de vida beduíno, oferece-se para ajudar os árabes a se libertarem dos turcos.

 

O SAL DA TERRA

Direção: Wim Wenders
País: Alemanha; Brasil
Ano: 2014
Nome Original: Le Sel de la Terre

Nos últimos 40 anos, o fotógrafo Sebastião Salgado tem viajado através dos continentes, aos passos de uma humanidade sempre em mutação. Ele testemunhou alguns dos principais eventos da nossa história recente; conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Ele agora embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagem e de paisagens grandiosas como parte de um enorme projeto fotográfico. Uma homenagem à beleza do planeta.

 

DERSU UZALA

Direção: Akira Kurosawa
País: Japão
Ano: 1975
Nome Original: Dersu Uzala

Drama contemplativo realizado por Kurosawa quando exilado do Japão. A Rússia financiou a história, passada no fim do século 19, que narra a aventura de um explorador e cartógrafo russo na Sibéria, onde pretende mapear toda a região. Para isso conta com ajuda de caçador mongol. Oscar de melhor filme estrangeiro.

 

FITZCARRALDO

Direção: Werner Herzog
País: Alemanha
Ano: 1982
Nome Original: Fitzcarraldo

Brian Sweeney Fitzgerald (“Fitzcarraldo”, na pronúncia dos nativos), fã do tenor italiano Enrico Caruso, sonha em construir uma casa de ópera na remota cidade de Iquitos, no alto Amazonas. Fitzgerald já havia investido numa Estrada de Ferro, a Transandina, e falhara. Tentava conseguir os recursos com um novo empreendimento, uma fábrica de gelo. Graças a esses negócios improváveis, ele foi chamado de “Conquistador do Inútil”. Finalmente, consegue dinheiro de sua amante, dona do bordel da cidade, e compra um grande barco fluvial, tentando encontrar uma nova rota para transportar a borracha, de terras que conseguiu a autorização governamental para explorar. Com o navio, Fitzgerald se dirige ao local onde quer explorar a borracha. Alucinado, transpõe morros e matas com o barco, à custa de vidas humanas e muito sofrimento.

 

PELLE, O CONQUISTADOR

Direção: Bille August
País: Suécia
Ano: 1987
Nome Original: Pelle Erobreren

No século XIX, Lasse (Max von Sydow) e seu filho, Pelle (Pelle Hvenegaard), são imigrantes que deixam a Suécia e vão para a ilha de Bornholm, na Dinamarca, em busca de uma vida melhor. Eles encontram trabalho em uma grande fazenda. Porém, nesse emprego, são tratados quase como escravos e humilhados. Pelle aprende a falar dinamarquês mas, ainda assim, é tratado como um estrangeiro. Pai e filho estão num impasse entre o sonho de uma vida melhor ou terem que submeter à tais condições de trabalho para conquistar essa vida nova.

 

COMO ERA GOSTOSO MEU FRANCÊS

Direção: Nelson Pereira dos Santos
País: Brasil
Ano: 1970

No Brasil de 1594, um aventureiro francês prisioneiro dos Tupinambás escapa da morte graças aos seus conhecimentos de artilharia. Segundo a cultura Tupinambás, é preciso devorar o inimigo para adquirir todos os seus poderes, no caso saber utilizar a pólvora e os canhões. Enquanto aguarda ser executado, o francês aprende os hábitos dos Tupinambás e se une a uma índia e através dela toma conhecimento de um tesouro enterrado e decide fugir. A índia se recusa a segui-lo e após a batalha com a tribo inimiga, o chefe Cunhambebe marca a data da execução: o ritual antropofágico será parte das comemorações pela vitória.

 

AGUIRRE, A COLERA DOS DEUSES

Direção: Werner Herzog
País: Alemanha
Ano: 1972
Nome Original: Aguirre, der Zorn Gottes

Algumas décadas após a destruição do Império Inca o explorador Gonzalo Pizarro envia uma expedição para uma arriscada missão, encontrar e tomar posse do tão sonhado e enigmático “El Dorado”, um lugar cheio de ouro e riquezas. Deixando as montanhas do Peru, os conquistadores rumam em direção ao rio Amazonas, e logo começam a enfrentar os perigos e dificuldades da traiçoeira selva. Além disso, obcecado e louco por riqueza e poder, Don Lope de Aguirre passa a liderar o grupo. E, em meio a sua total insanidade, parte com a expedição de conquistadores para uma bizarra jornada rumo ao desconhecido.

 

2001: UMA ODISSEIA NO ESPAÇO

Direção: Stanley Kubrick
País: EUA
Ano: 1961
Nome Original: 2001: A Space Odyssey

Desde a “Aurora do Homem” (a pré-história), um misterioso monólito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas liderados pelo experiente David Bowman (Keir Dullea) e Frank Poole (Gary Lockwood) é enviada a Júpiter para investigar o enigmático monólito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000.

 

O HOMEM URSO

Direção: Werner Herzog
País: Alemanha
Ano: 2005
Nome Original: Grizzly Man

A vida e a morte de Timothy Treadwell, ecologista e especialista em ursos. Por 13 verões consecutivos Treadwell foi para o Alasca viver desarmado entre esses animais. Nas últimas 5 vezes ele documentou sua viagem com uma câmera. Em outubro de 2003 os restos mortais de Treadwell e de sua namorada Amie Huguenard foram encontrados pelo piloto que deveria trazê-los de volta. O casal fora devorado por um urso, o primeiro caso registrado de ataque naquele campo. Herzog utiliza as filmagens de Treadwell para explorar sua personalidade e levantar questões sobre a difícil relação entre homem e natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *