16 Atuações Mirins Memoráveis

Por Philippe Leão

Twitter: @Cineplotoficial
Instagram: @Cineplotoficial
Facebook: www.facebook.com/cineplot

As atuações mirins, muitas vezes, se destacam em relação aos veteranos em seus filmes. O Cineplot relembra, nessa lista, algumas atuações mirins memoráveis que você precisa assistir!

16 Atuações Mirins Memoráveis

 

 David Bradley em KES

Direção: Ken Loach
País: Reino Unido
Nome Original: KES

Um dos primeiros filmes da carreira do consagrado diretor Ken Loach, Kes conta a história de um menino que vive em bairro pobre da cidade que, violentado em casa e ridicularizado na escola, acha uma forma de abstrair de sua dura realidade treinando um falcão. Poética e singela obra de formação do cineasta que posteriormente realizou obras-primas como Terra e Liberdade e Pão e Rosas.

 

Benoît Ferreux em O Sopro do Coração

Direção: Louis Malle
País: França
Nome Original: Le Souffle au Coeur

Laurent, de 15 anos de idade, vive em Dijon no seio de uma família burguesa de tradições rígidas. Não se dá muito bem com seu pai, nem com seus irmãos. É apaixonado por sua mãe, Clara, mulher muito livre que está cansada do marido. Laurent está naquela idade quando tudo é revolta. É a transição da infância para a adolescência, são as primeiras experiências sexuais. Depois de uma escarlatina, contrai um problema no coração, e vai se tratar em uma estação climática, acompanhado de sua mãe. Longe de casa, com todo o tempo do mundo só para eles, aprofundam essa relação de paixão que os une. Dirigido pelo grande diretor francês Louis Malle, O Sopro do Coração é um filme amoroso e verdadeiro sobre amor e liberdade.

 

Jered Gilman e Kara Hayward em Moonrise Kingdoom

Direção: Wes Anderson
País: EUA
Nome Original: Moonrise Kingdoom

Anos 60, em uma pequena ilha localizada na costa da Nova Inglaterra. Sam (Jared Gilman) e Suzy (Kara Hayward) sentem-se deslocados em meio às pessoas com que convivem. Após se conhecerem em uma peça teatral na qual Suzy atuava, eles passam a trocar cartas regularmente. Um dia, resolvem deixar tudo para trás e fugir juntos. O que não esperavam era que os pais de Suzy (Bill Murray e Frances McDormand), o capitão Sharp (Bruce Willis) e o escoteiro-chefe Ward (Edward Norton) fizessem todo o possível para reencontrá-los.

 

Giuseppe Sulfaro em Malena

Direção: Giuseppe Tornatore
País: Itália
Nome original: Malèna

Em 1941, numa pequena vila localizada na Sicília, um grupo de garotos de 13 anos de idade nutre uma profunda paixão por Malena (Monica Bellucci), a viúva de um soldado local, despertando uma história de amor, perda e coragem.

 

Nina Kervel-Bey em A Culpa é do Fidel!

Direção: Julie Gavras
País: França Itália
Nome Original: La Faute à Fidel!

Anna de la Mesa (Nina Kervel-Bey) tem 9 anos, mora em Paris e leva uma vida regrada e tranqüila, dividida entre a  escola católica e o entorno familiar. O ano é 1970 e a prisão e morte do seu tio espanhol, um comunista convicto, balança a família. Ao voltar de uma viagem ao Chile, logo após a eleição de Salvador Allende, os pais de Anna estão diferentes e a vida familiar muda por completo: engajamento político, mudança para um apartamento menor, trocas constantes de babás, visitas inesperadas de amigos estranhos e barbudos. Assustada com essa nova realidade, Anna resiste à sua maneira. Aos poucos, porém, realiza uma nova compreensão do mundo.

 

Nikolai Burlyayev em A Infância de Ivàn

Direção: Andrei Tarkovski
País: Rússia
Nome original: Ivanovo Detstvo

Durante a segunda Grade Guerra, os russos tentavam combater a investida nazista em seu território. Nas frentes soviéticas, Ivan, um garoto órfão de 12 anos, trabalha como um espião, podendo atravessar as fronteiras alemãs para coletar informação sem ser visto, e vive sob os cuidados de três oficiais russos. Mas, após inumeras missões, e com um desgaste físico cada vez maior, os oficiais resolvem poupar Ivan, mandando-o para a escola militar. Ganhador do Leão de Ouro em Veneza.

 

Pelle Hvenegaard em Pelle, O Conquistador

Direção: Bille August
País: Suécia
Ano: 1987
Nome Original: Pelle Erobreren

No século XIX, Lasse (Max von Sydow) e seu filho, Pelle (Pelle Hvenegaard), são imigrantes que deixam a Suécia e vão para a ilha de Bornholm, na Dinamarca, em busca de uma vida melhor. Eles encontram trabalho em uma grande fazenda. Porém, nesse emprego, são tratados quase como escravos e humilhados. Pelle aprende a falar dinamarquês mas, ainda assim, é tratado como um estrangeiro. Pai e filho estão num impasse entre o sonho de uma vida melhor ou terem que submeter à tais condições de trabalho para conquistar essa vida nova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *