15 Filmes da Nouvelle Vague Japonesa

Por Philippe Leão

Twitter: @Cineplotoficial
Instagram: @Cineplotoficial
Facebook: www.facebook.com/cineplot

Também conhecida como Noberu Bagu, a Nouvelle Vague Japonesa segue a onda mundial e começa a produzir um cinema novo. A proposição de um cinema autoral, ou seja, o diretor como artista, como autor da obra, desconstruiu diversas teorias que pairavam sobre o cinema. Assim, as ondas que se espalhavam pelo mundo consolidaram, de vez, o Cinema como a arte do século XX.

Alguns nomes com o Hiroshi Teshigahara, Kaneto Shindo, Masahiro Shinoda, Nagima Oshima e Kô Nakahira são importantes no movimento.

Antes, da uma conferida no nosso canal no YouTube!

 

15 Filmes da Nouvelle Vague Japonesa

 

A Mulher da Areia

Direção: Hiroshi Teshigahara
Nome Original: Suna no Onna

Um entomologista amador resolve sair da cidade e passar o fim de semana numa área desértica do Japão, a fim de coletar insetos raros. Ele pernoita numa casa onde habita uma estranha mulher. Logo ele vai perceber que caiu em uma armadilha, a qual não existe saída.

 

Duplo Suicídio em Amijima

Direção: Masahiro Shinoda
Nome Original: Shinjû: Ten no amijima

A história de amor de um comerciante de papel por uma geisha. Ela, visada pelo mais rico comerciante local, precisa do dinheiro dos clientes para sustentar a mãe, que morre de fome no interior. Ele, casado e com dois filhos, não vê outra maneira de consumar seu amor – uma vez que ele não tem como sustentar a geisha só para si – a não ser pela morte. Propõe à amada o duplo suicídio na ponte. Ela concorda.

 

A Face do Outro

Direção: Hiroshi Teshigahara
Nome Original: Tanin no Kao

Homem perde o rosto em um acidente e temendo o fim de seu casamento decide procurar um ousado cirurgião que acaba de inventar um método de transplante de rosto. O problema é encontrar alguém que doará sua face.

 

Paixão Juvenil

Direção: Kô Nakahira
Nome Original: Kurutta Kajitsu

“Kurutta Kajitsu”, dirigido por Ko Nakihara e adaptado do romance de Shintaro Ishihara, é considerado o precursor da nouvelle vague japonesa, em 1956. O filme conta a história de dois irmãos que competem pelo afeto duma jovem durante um verão à beira-mar.

Continue na próxima página!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *