10 Filmes sobre o Circo que Você Precisa Assistir

Por Philippe Leão

Twitter: @Cineplotoficial
Instagram: @Cineplotoficial
Facebook: www.facebook.com/cineplot

 

Grandes diretores da história do Cinema a necessidade da exposição da arte circense em tempos da imagem. Diretores influenciados por esse modelo como, Fellini (e sua incrível esposa Giulietta Masina), Chaplin e outros, trouxeram a tona o Circo como centro narrativo de algumas de suas histórias. Confira!

 

10 Filmes sobre o Circo que Você Precisa Assistir

 

O Circo

Direção: Charles Chaplin
País: EUA
Nome Original: The Circus

Desta vez, o vagabundo Carlitos é confundido com um ladrão e vai se refugiar num circo, onde, de uma hora para outra, se transforma na atração principal e revolta-se contra o tirânico proprietário do circo.

 

Os Palhaços

Direção: Federico Fellini
País: Itália
Nome Original: I Clows

O alter ego de Fellini neste filme é um garoto que vai ao circo pela primeira vez. Enquanto os palhaços fazem suas brincadeiras, Fellini aproveita para criticar os próprios críticos de cinema, através do personagem de um jornalista que fica perguntando “o que isso significa?”. O filme sustenta sua exuberância na total falta de seriedade, incluindo o próprio Fellini, no papel de diretor pretensioso que, com sua equipe, tenta fazer um documentário com os grandes circos e seus palhaços.

 

Monstros

Direção: Tod Browning
País: EUA
Nome Original: Freaks

Sob a direção de Tod Browning, “Freaks” é um cult clássico de 1932 que abalou a sociedade da época, foi rejeitado, trancafiado e somente após 30 anos, na década de 60, que é posto a mostra no mundo todo em exibições de cinemas sujos e festivais amadores. O motivo de tanta polêmica e rejeição esta na essência da trama, nas críticas e nos personagens atípicos.

 

A Estrada da Vida

Direção: Federico Fellini
País: Itália
Nome Original: La Strada

Gelsomina é vendida por sua mãe para Zampanò. Ambos não têm nada em comum: o jeito ingênuo e humilde da jovem é o oposto da rudeza de Zampanò, um artista mambembe. A chegada de um equilibrista que admira especialmente Gelsomina trará acontecimentos inesperados.

 

Lola Montes

Direção: Max Ophüls
País: Alemanha
Nome Original: Lola Montès

Num circo decadente, a cortesã Lola Montes (1820-1861) estrela um espetáculo sobre a sua vida de aventuras, marcada pelos romances com o compositor Franz Liszt e o rei Ludwig I da Baviera. Por meio de flashbacks, entramos no universo de memórias dessa fascinante e melancólica personagem.

 

As Harmonias de Werckmeister

Direção: Bela Tarr; Ágnes Hranitzky
País: Hungria
Nome Original: Werckmeister Harmóniák

János Valuska, um simples carteiro apaixonado por astronomia, vê sua cidade sofrer uma revolta depois da chegada de um circo e suas atrações: uma baleia gigante e um príncipe medonho com seus seguidores, pessoas simples das cidades vizinhas que ficaram seduzidas pelo seu discurso niilista contra a burguesia local.

 

Lágrimas de Palhaço

Direção: Victor Sjöström
País: EUA
Nome Original: He Who Gets Slapped

O filme conta a história de um gênio científico que é humilhado pela esposa. Para expressar sua dor, ele se torna um palhaço de circo. Lá, aparentemente, ele encontra uma chance de renovação. Mas será que ele conseguirá encontrar a felicidade?

 

O Monstro do Circo

Direção: Tod Browning
País: EUA
Nome Original: The Unknown

Um atirador de facas, de grande sucesso num circo por não ter braços e usar os pés nos seus números, esconde um grande segredo.

 

Noites de Circo

Direção: Ingmar Bergman
País: Suécia
Nome Original: Gycklarnas Afton

No interior da Suécia, uma decadente companhia circense se prepara para um novo espetáculo. O diretor do circo, Albert, vive uma relaçao infernal com sua jovem amante, Anna. A situação piora quando ela se deixa seduzir por um ator local.

 

O Homem Elefante

Direção: David Lynch
País: EUA
Nome Original: The Elephant Man

A história de John Merrick, um desafortunado cidadão da Inglaterra vitoriana que era portador do caso mais grave de neurofibromatose múltipla registrado, tendo 90% do seu corpo deformado. Esta situação tendia fazer com que ele passasse toda a sua existência se exibindo em circos de variedades como um monstro. Inicialmente era considerado um débil mental pela sua dificuldade de falar, até que um médico, Frederick Treves, o descobriu e o levou para um hospital. Lá Merrick se liberou emocionalmente e intelectualmente, além de se mostrar uma pessoa sensível ao extremo, que conseguiu recuperar sua dignidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *