12 Sátiras Políticas no Cinema

Por Philippe Torres

 

A sátira é uma técnica artística utilizada em tom cômico com o fim de ridicularizar determinado tema. Geralmente usado como intervenção política, as Sátiras Políticas são bastante comuns em regimes totalitários com o intuito de provocar, gerar mudança tendo como ferramente, por muitas vezes, elementos metafóricos.

 

Curta-nos no facebook!

 

O Baile dos Bombeiros

 

O Baile dos Bombeiros

Direção: Milos Forman
País: Tchecoslováquia
Ano: 1967
Nome original: Horí, má panenko

Sátira política da então Tchecoslováquia nos tempos da Cortina de Ferro. Em uma pequena cidade, o Corpo de Bombeiros organiza uma grande festa para comemorar os 86 anos do ex-chefe do departamento. Um ladrão e as candidatas nada atraentes do “Miss Corpo de Bombeiros” mudam os rumos da celebração.

 

O Grande Ditador

 

O Grande Ditador

Direção: Charles Chaplin
País: EUA
Ano: 1940
Nome original: The Great Dictator

Chaplin faz dois personagens: Adenoyd Hynkel, um ditador alemão muito parecido com Hitler; e um barbeiro judeu quase sósia do ditador. A coincidência faz os dois serem confundidos. O filme é principalmente uma paródia sobre Hitler e o nazismo, mas ataca também Mussolini e o fascismo. Com inteligência, Chaplin reveza o humor com tristes imagens de um gueto aterrorizado por tropas inimigas. É aqui que existe a clássica cena de Chaplin/Hynkel brincando com o globo terrestre.

 

Muito Além do Jardim

 

Muito Além do Jardim

Direção: Hal Ashby
País: EUA
Ano: 1979
Nome original: Being There

Chance (Peter Sellers), um homem ingênuo, passa toda a sua vida cuidando de um jardim e vendo televisão, seu único contato com o mundo. Ele nunca entrou em um carro, não sabe ler ou escrever, não tem carteira de identidade, resumindo: não existe oficialmente. Quando seu patrão morre, é obrigado a deixar a casa em que sempre viveu e, acidentalmente, é atropelado pelo automóvel de Benjamin Rand (Melvyn Douglas), um grande magnata que se torna seu amigo e chega a apresentá-lo ao Presidente (Jack Warden). Curiosamente, tudo dito por Chance ou até mesmo o seu silêncio é considerado genial. Paralelamente a saúde de Benjamin está crítica e Eve Rand (Shirley MacLaine), sua esposa, se apaixona por Chance.

 

Ensaio de Orquestra

 

Ensaio de Orquestra

 

Direção: Federico Fellini
País: Itália
Ano: 1979
Nome original: Prova D’orchestra

Numa capela romana, agora um oratório, músico, chegam para um ensaio, Eles são avisados que estão sendo gravados por uma rede de TV. Então o maestro alemão chega, impondo ordem aos gritos. Durante um breve intervalo o maestro concede uma entrevista aos jornalista. Quando volta , encontra sua orquestra em estado de revolta. Será o fim? 0 que os trará de volta à música? Ensaio de orquestra é a homenagem do mestre Federico Fellinni à arte da música, uma das paixões de sua vida. Fundamental tanto para músicos como para cinéfilos, o filme traz a última das muitas trilhas sonoras que o genial Nino Rota compôs para Fellini.

 

Dr. Fantástico

 

Dr Fantastico

Direção: Stanley Kubrick
País: Reino Unido
Ano: 1964
Nome original: Dr. Strangelove or How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb

As possíveis conseqüências caso um anticomunista e louco general americano (Sterling Heyden) desse a ordem de bombardear a União Soviética com o objetivo de ficar livre dos “vermelhos”, sem se dar conta de que este ato seria provavelmente o início da Terceira Guerra Mundial.

 

Na Roda da Fortuna

 

The Hudsucker Proxy

Direção: Irmãos Coen
País: EUA
Ano: 1994
Nome original: The Hudsucker Proxy

De maneira totalmente inesperada e bizarra, Waring Hudsucker, presidente das super lucrativas Indústrias Hudsucker, comete suicídio se atirando do alto de seu próprio edifício. Ainda atordoada pelo acontecimento, a junta de diretores da empresa, comandada pelo inescrupuloso Sidney Mussberger, tem uma idéia brilhante: colocar um idiota qualquer na presidência da Companhia e fazer o preço das ações despencar, para depois comprar tudo de volta a preço de banana. O ingênuo e idealista Norville Barnes seria o perfeito “testa de ferro” para o plano, mas ninguém contava com a desconfiança da repórter Amy Archer, que começa a perceber que há algo de podre no reino da Hudsucker.

 

Primavera para Hitler

 

Primavera para Hitler

Direção: Mel Brooks
País: EUA
Ano: 1968
Nome original: The Producers

Max Bialystock (Zero Mostel) é um produtor teatral em uma maré de má sorte, que namora mulheres idosas com dinheiro para conseguir financiamento para suas novas peças. Entretanto, Max realmente acredita ter descoberto uma grande jogada quando conhece Leo Bloom (Gene Wilder), um contador que ao conversar com ele expõe a tese de que um fracasso pode ser mais lucrativo que um sucesso, bastando que se venda o espetáculo para diversas pessoas e fazer de tudo para que ele seja um retumbante fracasso, com sua temporada durando apenas um dia, pois assim não existirá lucro e todo o dinheiro que foi investido irá parar no bolso daquele que vendeu os direitos da peça. Após uma certa relutância, Leo se une a Max para montarem o pior musical que a Broadway já viu: “Primavera para Hitler”.

 

Mera Coincidência

 

Wag the Dog

Direção: Barry Levinson
País: EUA
Ano: 1997
Nome original: Wag the Dog

O presidente dos Estados Unidos (Michael Belson), a poucos dias antes da eleição, se vê envolvido em um escândalo sexual e, diante deste quadro, não vê muita chance de ser reeleito. Assim, um dos seus assessores entra em contato com um produtor de Hollywood (Dustin Hoffman) para que este “invente” uma guerra na Albânia, na qual o presidente poderia ajudar a terminar, além de desviar a atenção pública para outro fato bem mais apropriado para interesses eleitoreiros.

 

Meu Tio

 

Meu Tio

Direção: Jacques Tati
País: França
Ano: 1958
Nome original: Mon Oncle

O senhor e a senhora Arpel têm uma casa moderna num quarteirão asséptico. Eles têm tudo e na casa deles é tudo novo: o jardim é novo, a casa é nova, os livros são novos. Neste universo tão confortável, tão clean, tão high-tech, tão bem programado, o humor, os jogos e a sorte não têm lugar. E o filho Gérard aborrece-se. É então que irrompe o irmão da senhora, o tio, o Sr. Hulot. Personagem inadaptada, habituada ao seu mundo caloroso, vai, para delírio do sobrinho, virar tudo de pernas para o ar. Solteirão descontraído e vagabundo conquista a amizade do sobrinho mostrando as coisas simples da vida. Mas enfrenta os cuidados da irmã e do cunhado que querem vê-lo casado e trabalhando. “Meu Tio” venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e o prêmio Especial do Júri no Festival de Cinema de Cannes.

 

Discreto Charme da Burguesia

 

Discreto Charme da Burguesia

Direção: Luis Buñuel
País: França
Ano: 1972
Nome original: Le Charme Discret de La Bourgeoisie

Mistura de situações reais da história com os sonhos e devaneios dos personagens. O filme se passa numa tarde onde alguns amigos se encontram para jantar. Crítica às situações e a hipocrisia da vida social burguesa.

 

Xala

 

xala

Direção: Ousmane Sembene
País: Senegal
Ano: 1975
Nome original: Xala

Do cineasta senegalês Ousmane Sembene, Xala conta a história de um corrupto funcionário público, El Hadji, que casa-se com a sua terceira esposa usando fundos roubados. Quando El Hadji realiza seu casamento, descobre que foi almaldiçoado com a impotência, maldição essa conhecida como “xala”. O contexto histórico acontece depois da conquista da independência do Senegal, e há óbvios significados metafóricos para a impotência de El Hadji.

 

Lola

 

Lola

Direção: Rainer Werner Fassbinder
País: Alemanha
Ano: 1981
Nome original: Lola

Anos 50. Von Bohm (Armin Mueller-Stahl) é um homem sério e moralista, que é o chefe do setor de Edificações de uma pequena cidade alemã. Dele depende a liberação para que o cínico magnata Schukert (Mario Adorf) inicie uma obra que beneficiará os empresários locais. Von Bohm tenta barrar os contatos ilícios de Schukert, até descobrir que a namorada dele é a cantora de cabaré Lola (Barbara Sukowa). Percebendo o interesse de Von Bohm, Suckert passa a usar Lola para conseguir a aprovação de seu projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *