8 Filmes Samurai que influenciaram o Faroeste Spaghetti

Por Philippe Torres

 

O Faroeste Spaghetti é um dos gêneros mais marcantes da história do cinema. Italiano, contudo, tem influências da terra do sol nascente: o Japão. Os filmes Chanbara, popularmente conhecidos como Filmes Samurai, são claros precursores do genero italiano que, mais tarde, proporcionou um intercambio artistico entre eles, promovendo uma troca mútua.

Algumas técnicas como a utilização do Widescreen em intercalamento com planos abertos e fechados, a montagem de sugestão confrontativa e o anti-herói são algumas das características presentes em ambos.

Conheça alguns filmes que influenciaram o Faroeste Spaghetti.

 

 

  • Yojimbo

 

Yojimbo

Direção: Akira Kurosawa
Ano: 1961
Nome original: Yojimbo

No Japão do século XIX, Sanjuro (Toshirô Mifune), um samurai errante, entra em uma pequena cidade rural. Ao descobrir pelo estalajadeiro que a cidade é dividida em duas gangues, Sanjoro coloca os dois lados em confronto, mas quando Unosuke (Tatsuya Nakadai), filho de um dos bandidos, chega à cidade com um revólver os esforços de Sanjuro ficam difíceis e ele sai da cidade. Porém, ao descobrir que Unosuke sequestrou o estalajadeiro, o samurai retorna a cidade para confrontá-lo.

 

  • A Espada do Mal

 

A Espada do Mal

Direção: Hideo Gosha
Ano: 1965
Nome original: Kedamono no Ken

Gennosuke, guerreiro de um clan, mata um dos ministros do clan como parte de um plano revolucionario. Ele é perseguido por seus companheiros que buscam desesperadamente a vingança para o seu clan, porém Gennosuke recebe a ajuda de um mestre espadachim que poderá dar a ele uma chance de sobreviver.

 

  • Três Samurais Fora da Lei

 

Três Samurais fora da lei

Direção: Hideo Gosha
Ano: 1964
Nome original: Sanbiki no Samurai

Shiba, um samurai errante, encontra-se com um grupo de camponeses que sequestraram a filha do tirânico magistrado para conseguirem a diminuição dos impostos. Shiba adere a causa e convence mais dois samurais leais ao magistrado a se juntarem à sua luta contra o tirânico sistema feudal.

 

  • Rebelião

 

Rebelião

Direção: Masaki Kobayashi
Ano: 1967
Nome original: Jôi-uchi: Hairyô tsuma shimatsu

Mãe do único filho vivo do senhor de um clã do Japão feudal, Ichi é raptada e separada de seu marido Yogoro por esse senhor. Então, Yogoro e seu pai, o samurai Isaburo, entram em conflito com o raptor e seus homens para ter Ichi de volta.

 

  • A Espada da Maldição

 

Espada da Maldição

Direção: Kihachi Okamoto
Ano: 1971
Nome original: Dai-bosatsu tôge

Sem compaixão e em busca de sua glória pessoal, um samurai vaga pelas aldeias espalhando morte, sangue e desprezo, até que é desafiado por um guerreiro tão hábil quanto ele.

 

  • Os Sete Rebeldes

 

Os Sete Rebeldes

Direção: Kihachi Okamoto
Ano: 1968
Nome original: Kiru

Dois ronins – um ex-samurai e um ex-fazendeiro – se vêem envolvidos em um complexo jogo de traições e assassinatos.

 

  • 13 Assassinos

 

13 Assassinos

Direção: Eiichi Kudo
Ano: 1963
Nome original: Jûsan-nin no shikaku

Nos tempos do Japão feudal, um homem assassina e estupra inocentes, e ao mesmo tempo é protegido pela lei. Para impedi-lo surge a força secreta dos misteriosos 13 assassinos, cada um com uma habilidade singular, dispostos a uma missão suicida para acabar com o mal.

 

  • Tirania

 

Tirania

Direção: Hideo Gosha
Ano: 1969
Nome original: Goyokin

Um grupo de samurais matou todos os moradores de uma vila de pescadores e o samurai Magobei (Tatsuya Nakadai), indignado, abandona o clã, a esposa e a cidade onde morava. Três anos depois, os samurais do clã planejam um massacre semelhante e decidem matar Magobei para silenciá-lo. A partir daí começa o acerto de contas entre o clã e o ex-samurai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *