18 Filmes Sobre Relacionamentos Extraconjugais

Por Philippe Leão
Compartilhe nossas listas, nos ajude a trazer cada vez mais conteúdo para vocês!!
www.facebook.com/cineplot
18 Filmes sobre relacionamentos Extraconjugais que você precisa assistir
  • Domicílio Conjugal
 Domicilio Conjugal
 
Direção: François Truffaut
País: França
Antoine Doinel está casado com a sensata Christine Darbon. Enquanto ela dá aulas de violino, ele ainda em busca de um emprego fixo. A rotina do casal é alterada com a gravidez de Christine e um caso extraconjugal de Antoine.
  • A Pedra da Paciência
 A Pedra da Paciência
 
Direção: Atiq Rahimi
País: Afeganistão; França
Mulher que vive em um país em guerra do Oriente Médio tem uma emocionante conversa com seu marido em coma.
  • A Caixa de Pandora
Caixa de Pandora 
 
Direção: G.W Pabst
País: Alemanha
Lulu é uma dançarina, que, sendo explorada por um velho (seu primeiro “chefe”), envolve-se com um rico dono de jornal, que lhe informa que se casará em breve. Os dois acabam sendo flagrados pela noiva, que rompe o compromisso. E para que sua honra não seja definitivamente jogada na lama, o homem resolve casar-se com a dançarina. Após uma cena de ciúme, o marido tenta matá-la, mas Lulu escapa e acaba por matá-lo em legítima defesa. Acusada de assassinato, foge com o filho da vítima, e acaba também por envolvê-lo num jogo de sedução, fugas e exploração sexual.
  • Aurora
 Aurora
 
Direção: F.W Murnau
País: EUA

Seduzido por uma moça da cidade, um fazendeiro tenta afogar sua mulher, mas desiste no último momento. Esta foge para a cidade, mas ele a segue para provar o seu amor. Vencedor de 3 Oscar, incluindo melhor atriz para Janet Gaynor (Nasce uma Estrela), Aurora é uma obra poética de grande beleza plástica, repleta de cenas inesquecíveis.

 

  • Pacto de Sangue
 pacto-de-sangue
 
Direção: Billy Wilder
País: EUA
Walter Neff (Fred MacMurray), um vendedor de seguros, é seduzido e induzido por Phyllis Dietrickson (Barbara Stanwyck), uma sedutora e manipuladora mulher, a matar seu marido, mas de uma forma que pareça acidente para a polícia e também em condições específicas, que façam o seguro ser pago em dobro (no caso, 100 mil dólares).
  • Cenas de um Casamento
 Erland Josephson Cenas de um Casamento
 
Direção: Ingmar Bergman
País: Suécia
O casamento de Marianne e Johan parece perfeito. Quando, por causa de outra mulher, Johan abandona Marianne, eles começam a viver um inferno conjugal, revelando os seus verdadeiros sentimentos.
  • Match Point
 Match Point
 
Direção: Woody Allen
País: EUA
Chris Wilton (Jonathan Rhys-Meyers) é um jogador de tênis profissional que, cansado da rotina de viagens, decide abandonar o circuito e se dedicar a dar aulas do esporte em um clube de elite. É lá que conhece Tom Hewett (Matthew Goode), filho de família rica que logo se torna seu amigo devido a alguns interesses em comum. Convidado para ir à ópera, Chris lá conhece Chloe (Emily Mortimer), irmã de Tom. Logo os dois iniciam um relacionamento, para a alegria dos pais dela. Só que Chris fica abalado quando conhece Nola Rice (Scarlett Johansson), a bela namorada de Tom que não é bem aceita pela mãe dele.
  • Medea
 momafilm_pierpaolopasolini-2012_medea
 
Direção: Pier Paolo Pasolini
País: Itália
Em seu único papel no cinema, a diva Maria Callas vive a feiticeira Medéia, que mata o próprio irmão para fugir com o amado, Jasão, que roubara o velocino de ouro. Anos mais tarde, Jasão a abandona, para se casar com a jovem e bela filha do Rei Creonte. Indignada, Medéia planeja uma terrível vingança contra Jasão. Com belíssima fotografia de Ennio Guarnieri, Medéia é uma brilhante versão da tragédia grega de Eurípedes. Sem dúvida, um dos melhores trabalhos do polêmico Pier Paolo Pasolini, o diretor de O Evangelho Segundo São Mateus, Teorema entre outros filmes memoráveis.
  • Contos da Lua Vaga
 Contos da Lua Vaga
 
Direção: Kenji Mizoguchi
País: Japão
Durante a guerra civil japonesa, no século 16, o pobre oleiro Genjuro e seu cunhado Tobei viajam com as respectivas mulheres à capital da província onde vivem, nas redondezas do lago Biwa, para vender utensílios de cerâmica. Com as vendas, Tobei compra armas e se torna samurai, abandonando a esposa. Genjuro, por sua vez, acaba passando vários dias no castelo da misteriosa Lady Wakasa, quando vai entregar as mercadorias.
  • A Rosa Púrpura do Cairo
 A Rosa Púrpura do Cairo
 
Direção: Woody Allen
País: EUA
Em área pobre de Nova Jersey, durante a Depressão, uma garçonete (Mia Farrow) que sustenta o marido bêbado e desempregado, que só sabe ser violento e grosseiro, foge da sua triste realidade assistindo filmes. Mas ao ver pela quinta vez “A Rosa Púrpura do Cairo” acontece o impossível! Quando o herói da fita sai da tela para declarar seu amor por ela, isto provoca um tumulto nos outros atores do filme e logo o ator que encarna o herói viaja para lá, tentando contornar a situação. Assim, ela se divide entre o ator e o personagem.
  • O Piano
 O Piano
 
Direção: Jane Campion
País: Austrália
Em meados do século XIX, Ada é uma mulher muda que tem uma filha – Flora. Para um casamento arranjado ela deixa sua terra natal, a Escócia, acompanhada de sua filha e seu amado piano. A vida nas florestas densas de uma ilha ao sul da Nova Zelândia e o relacionamento com seu marido Stewart não são o que ela esperava. Quando Stewart vende o piano para seu vizinho, George, Ada sofre muito. George diz pode lhe devolver o piano se ela o ensinar a tocar. A princípio Ada ignora George, mas lentamente o relacionamento deles se transforma, levando-os a uma situação perigosa.
  • Beleza Americana
 Beleza Americana
 
Direção: Sam Mendes
País: EUA
Lester e Carolyn Burnham são supostamente um casal comum, cujo casamento desagregado provoca uma tempestuosa mudança em sua aparentemente perfeita vizinhança.
  • Cria Corvos
Cria Corvos 
 
Direção: Carlos Saura
País: Espanha
Em uma casa pequena e velha no centro de Madrid, Ana, uma menina de 9 anos de idade, é o veículo usado para contar, mais do que uma história, um clima, uma atmosfera, uma chave vital, os costumes e sentimentos que destróem sua família. Ana acredita ter em suas mãos o poder de vida e morte sobre aqueles que a rodeiam. Acha que este poder foi causador da morte de seu pai. Assim, neste universo fechado e do ponto de vista de uma criança, o tempo passa, trazendo paixões, esperanças, descobrindo frustrações e impassível, profetizando a morte.
  • Casa Vazia
 Casa Vazia
 
Direção: Kim Ki Duk
País: Coreia do Sul
Um jovem vagabundo invade a casa de estranhos e mora nelas enquanto os donos estão fora. Para pagar a estadia ele realiza pequenos consertos ou faz limpeza na casa. Ele costuma ficar um ou dois dias em cada lugar, trocando de casa constantemente. Até que um dia encontra uma bela mulher em uma mansão, que assim como ele também está tentando escapar da vida que leva.
  • A Bela da Tarde
 bela da tarde
 
Direção: Luis Buñuel
País: França
A história de Séverine (Catherine Deneuve), jovem rica e infeliz que procura um discreto bordel para realizar suas fantasias sexuais e conseguir o prazer que seu marido não consegue lhe dar.
  • Relatos Selvagens
 Relatos Selvagens
 
Direção: Damián Szifron
País: Argentina
relatos-selvagens
Diante de uma realidade crua e imprevisível, os personagens deste filme caminham sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. São seis episódios com pessoas vivendo situações-limite e respondendo violenta e inesperadamente a elas: uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a violência de um pequeno detalhe cotidiano são capazes de empurrar estes personagens para um lugar fora de controle.
  • Teorema
 Teorema
 
Direção: Pier Paolo Pasolini
País: Itália
Em Milão a vida de uma rica família burguesa é totalmente modificada por um misterioso visitante (Terence Stamp), que seduz a empregada, o filho, a mãe, a filha e finalmente o pai. Além disto, tem um contato intelectual com todos eles, convencendo-os da futilidade da existência, e após cumprir seu objetivo parte em poucos dias. Após sua ida ninguém da família consegue continuar vivendo da mesma forma.
  • A Mulher do Aviador
 A Mulher do Aviador
 
Direção: Eric Rohmer
País: França
François (Philippe Marlaud) é um funcionário dos Correios que, numa manhã, decide fazer uma visita surpresa à sua namorada Anne (Marie Rivière). Entretanto, ao chegar no local, vê um homem deixando o apartamento dela. Ele volta para casa e, mais tarde neste mesmo dia, pergunta a Anne quem era esta pessoa. Ela não responde. Um dia François encontra este homem na rua, caminhando com outra mulher, e decide segui-lo. No caminho conhece Lucie (Anne-Laure Meury), uma estudante de 15 anos que passa a ajudá-lo.

2 thoughts on “18 Filmes Sobre Relacionamentos Extraconjugais

  • 1 de junho de 2016 at 13:15
    Permalink

    Adicionaria a lista (o que é uma pena não ter visto aí), o belíssimo “Desencanto”, de David Lean… [=

    Reply
    • 1 de junho de 2016 at 13:47
      Permalink

      Você tem toda razão Vinícius, mas eu tenho uma justificativa para tal: Vi Desencanto ONTEM, e infelizmente a lista já estava pronta 🙁

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *