16 Filmes Sobre Dança e Dançarinos

Por Philippe Torres
Seguindo a linha de listas inspiradas em artistas, o Cineplot traz filmes sobre a dança e/ou dançarinos. Filmes como o do diretor espanhol Carlos Saura até o mais recente Cisne Negro e Frances Ha serão encontrados aqui. Confira a lista, você, amante das artes!
  • Frances Ha
 Frances Ha
Direção: Noah Baumbach
País: EUA
Frances (Greta Gerwig) é a ambiciosa aprendiz de uma companhia de dança, que tem que se contentar com muito menos sucesso e reconhecimento do que ela gostaria. Mesmo assim, ela encara a vida de maneira leve e otimista. Esta fábula moderna explora temas como a juventude, a amizade, a luta de classes e o fracasso.
  • Carmen
 Carmen
Direção: Carlos Saura
País: Espanha
Coreógrafo procura dançarina para o papel-título de espetáculo baseado na ópera Carmen, de Bizet. A narrativa não é linear: a vida real confunde-se com a própria trama de Bizet. Forma, com ”Bodas de Sangue” e ”Amor Bruxo”, a trilogia musical de Saura. Prêmio de contribuição artística no Festival de Cannes.
  • Cisne Negro
 Cisne Negro
Direção: Darren Aronofsky
País: EUA
Cisne Negro é um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpretada por Mila Kunis. O filme faz uma viagem emocionante e às vezes aterrorizante à psique de uma jovem bailarina, cujo papel principal como a Rainha dos Cisnes acaba sendo uma peça fundamental para que ela se torne uma dançarina assustadoramente perfeita.
  • Suspíria
 Suspiria
Direção: Dario Argento
País: Itália
Susan (Harper) é uma jovem americana que viaja para a Europa para estudar numa prestigiada escola de Balé. Desde o primeiro dia, porém, ela começa a se assustar com estranhas situações que ocorrem no local que a fazem crer que há bruxas por todas a parte.
  • Cantando na Chuva
 CantandonaChuva
Direção: Stanley Donen
País: EUA
Em 1927, Hollywood, está um verdadeiro rebuliço, com a transição do cinema mudo para o falado. Don Lockwood e Lina Lamont, o casal mais querido do cinema mudo, prepara-se para rodar um musical. Mas, infelizmente, Lina, não só não sabe cantar, como tem uma voz horrível. A estreante, Kathy Selden, é chamada a emprestar sua voz à estrela. As gravações são uma confusão, mas tudo piora quando Don, se apaixona pela doce Kathy. Ao lado de seu inseparável amigo, o compositor Cosmo Brown, ele tenta mostrar ao mundo o talento de Kathy.
  • Tango
 Tango-1
Direção: Carlos Saura
País: Espanha
TANGO é um filme emocionante onde a música, o drama, o amor, e a paixão compõem o processo criativo deste conceituado diretor espanhol. Para esquecer seu casamento fracassado, o renomado diretor Mário Suárez mergulha de cabeça na produção de um filme sobre tango. Muda-se de seu apartamento para morar no set de filmagens onde será realizado seu projeto. Procurando por um novo talento, Mário é apresentado a Ângelo Larroca, o principal investidor do filme. Ele lhe pede para submeter Elena, uma bela e talentosa dançarina, a um teste. Não demora muito para que Mário e Elena se envolvam num apaixonado caso de amor, que acaba virando um perigoso jogo, uma vez que a dançarina é amante de Ângelo e este é um homem que não deixaria sua belíssima amante escapar facilmente.
  • Dança Comigo?
 Dança Comigo
Direção: Masayuki Suo
País: Japão
Shohei Sugiyama (Kôji Yakusho) é um típico homem de negócios japonês, que durante o trajeto do seu trabalho para casa vê Mai Kishikawa (Tamiyo Kusakari), uma bela jovem mulher, através da janela de uma escola de dança. Atraído por ela, Shohei se matricula na escola e conhece Mai, uma professora de dança. Inicialmente Mai confunde Shohei com um sedutor, mas para surpresa dela ele é um dançarino naturalmente talentoso, que só está interessado em ter uma boa parceira. Assim Mai começa a treiná-lo para uma competição. Paralelamente Shohei se torna amigo dos excêntricos colegas da escola de dança e entre eles está Tôru Miwa (Akira Emoto), que Shohei conhece bem, pois são colegas de trabalho. Como dançar é visto no Japão como uma atividade fútil para um homem de negócios sério, Shohei mantém segredo disto para a esposa. Ela, por sua vez, ao notar a mudança de comportamento dele passa a acreditar que ele está sendo infiel e contrata um detetive particular para segui-lo.
  • Pina
 Pina-2
Direção: Wim Wenders
País: Alemanha
Pina é um filme para Pina Bausch, de Wim Wenders, com o Tanztheater Wuppertal, sobre a obra da extraordinária coreógrafa alemã que morreu em 2009. É uma viagem sensual e deslumbrante através das coreografias dançadas no palco e em locais da cidade de Wuppertal – cidade que durante 35 anos foi a casa e o centro de criatividade de Pina Bausch.
  • Flamenco, Flamenco
 Flamenco2CFlamenco
Direção: Carlos Saura
País: Espanha
15 anos depois de Flamenco (1995), Carlos Saura volta a abordar o mesmo tema com Flamenco. Flamenco porque, segundo ele, essa forma musical muito particular da cultura espanhola sofreu marcadas evoluções que exigiam um novo olhar.
  • O Último Dançarino de Mao
 OC3BAltimodanC3A7arinodemao
Direção: Bruce Beresford
País: Austrália
Aos 11 anos, Li Cunxin foi tirado de uma pobre aldeia chinesa para estudar balé na escola de dança de Madame Mao, em Pequim. Em 1979, ele consegue entrar para a Companhia Houston Ballet durante um intercâmbio cultural no Texas, onde começa uma vida nova e livre. Os oficiais chineses tentam levá-lo de volta à China, mas manobras legais e o casamento com uma bailarina americana conseguem mantê-lo nos EUA. Para lutar pelos seus sonhos, porém, ele terá de abandonar para sempre sua família. Baseado na autobiografia* do bailarino chinês Li Cunxin.
  • Coming Home
 ComingHome
Direção: Zhang Yimou
País: China
Lu Yanshi, prisioneiro político, é libertado no fim da Revolução Cultural. Quando volta a casa, descobre que a mulher sofre de amnésia. Ela não o reconhece, e, todos os dias, espera o regresso do marido, sem perceber que este está ao lado dela.
  • Cabaret
 Cabaret-1
Direção: Bob Fosse
País: EUA
Berlim no início da década de 30. O nazismo fazia sua ascensão meteórica, mas a grande maioria das pessoas ainda não tinha noção do terrível poder que aquela força política se transformaria. Sally Bowles (Liza Minnelli), uma jovem americana que canta em um cabaré e sonha em ser tornar uma estrela, se apaixona por Brian Roberts (Michael York), que é bissexual. Ambos se envolvem com Maximillian von Heune (Helmut Griem), um rico e nobre alemão. Quando Sally fica grávida, Brian diz que quer casar e declara não se importar de quem seja o filho. Mas o futuro lhes reserva outro destino.
  • O Show Deve Continuar
 OShowdevecontinuar
Direção: Bob Fosse
País: EUA
Joe Gideon (Roy Scheider é um diretor de cinema e coreógrafo mulherengo, que trabalha simultaneamente na edição de seu filme e nos ensaios de um musical. Nisto ele sofre um enfarte e, com a vida por um fio, revê momentos da sua vida, transformando-os em sua imaginação em números musicais. Sua atenção é disputada por 4 mulheres: sua namorada, a ex-esposa, a filha e a Morte, representada por uma bela loira vestida de branco, que conversa com ele de forma bem instigante.
  • O Sol da Meia Noite
 OSoldaMeiaNoite
Direção: Taylor Hackford
País: EUA
Nikolai Rodchenko (Mikhail Baryshnikov) é um bailarino da União Soviética exilado nos Estados Unidos que é aprisionado pela KGB quando seu avião sofre uma pane e pousa em território soviético.
Lá tem contato com um bailarino americano, que desertou do exército na época da Guerra do Vietnã, foi morar em Moscou e está casado com uma russa.
  • Ginger e Fred
 GingereFred
Direção: Federico Fellini
País: Itália
Uma dupla que fazia um número de dança imitando Ginger Rogers e Fred Astaire se reencontra 30 anos depois, quando precisam refazer o velho número. Dirigido por Frederico Fellini (Amarcord) e com Marcello Mastroianni no elenco.



  • Sapatinhos Vermelhos
 SapatinhosVermelhos
Direção: Michael Powell
País: Reino Unido
Jovem bailarina apaixona-se pelo maestro da peça ao mesmo tempo em que o diretor oferece oportunidade para uma carreira artística mundial. Conto de fadas adaptado da obra de Hans Christian Andersen, o filme influenciou vários gerações de cineastas.

One thought on “16 Filmes Sobre Dança e Dançarinos

  • 18 de junho de 2016 at 07:51
    Permalink

    Lista fantástica!!!
    Mas faltou “Billy Elliot”!!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *