15 Filmes sobre Migração

Por Philippe Leão

Tema de sensibilidade única nos dias atuais, o Cineplot traz uma lista de filmes tratando da migração e imigrantes que você precisa assistir. Contudo, não se trata apenas de filmes envolvendo as migrações televisionadas, mas problemáticas envolvendo, também, o dia a dia de seus atores. Confira:

Filmes sobre migração que você precisa assistir.

  • Estômago

Estômago

Direção: Marcos Jorge
País: Brasil

Raimundo Nonato (João Miguel) foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor.

Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso.

Giovanni (Carlo Briani), o dono de um conhecido restaurante italiano da região, o contrata como assistente de cozinheiro.

A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que passa também a ter uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).

  • Trilogia de Apu (A Canção da Estrada; O Invencível; O Mundo de Apu

A Canção da Estrada

Direção: Satyajit Ray
País: India

A Canção da Estrada
No início do século 20, Abul é um menino pertencente a uma pobre família brâmane de um vilarejo na Índia. Seu pai, poeta e sacerdote, é forçado a deixar seus entes queridos em busca de trabalho. Uma das obras-prima do cinema mundial, inédita no Brasil e nas Américas. Este filme foi a estréia espetacular de Satyati Ray. Recuperada a finais dos anos 90, pois um incêndio destruiu os negativos originais, esta é a primeira fita, que deu origem a Trilogia de Apu. Nela se narra a comovente história de uma família de Bengali perseguida pela má sorte. O pai, Harihara, é um sacerdote mundano, curandeiro, sonhador e poeta. Sabajaya, a mãe trabalha para alimentar a uma família, que recebe com alegria e esperança a chegada de um novo filho, Apu.

O Invencível
Segundo filme da trilogia sobre a vida de Apu que aqui consegue uma bolsa de estudos e sai de casa, mas a mãe não suporta sua ausência. Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza.

O Mundo de Apu
Última parte da trilogia do Apu.
Apu é um estudante recém-formado e desempregado que sonha em ser escritor. Um amigo de escola o convida para um casamento e ele acaba como o noivo da garota que estaria se casando. Mesmo com repulsa pela idéia, ele aceita e a leva, posteriormente, de volta a Calcutá.

  • Vidas Secas

Digital Fusion Image Library TIFF File

Direção: Nelson Pereira dos Santos
País: Brasil

Baseado na obra de Graciliano Ramos, mostra a saga da família retirante pressionada pela seca no sertão brasileiro. Fabiano, Sinhá Vitória, o filho mais velho e o mais novo, além da cachorra Baleia, atravessam o sertão tentando sobreviver.

A Negra de…

A Negra de...

Direção: Ousmane Sembene
País: Senegal
Nome Original: La Noire de …

Uma imigrante senegalesa torna-se empregada doméstica de uma família burguesa de França e relembra com dor os eventos que a levaram até o antigo país colonizador.

 

  • Era uma Vez em Nova York

DSC_3749.NEF

Direção: James Gray
País: E.U.A

1921. Ewa (Marion Cotillard) e a irmã Magda deixam a Polônia natal para a terra prometida, Nova Iorque. Ao chegar a Ellis Island, Magda, que sofre de tuberculose, é posta em quarentena. Ewa, sozinha e desesperada, cai nas redes de Bruno (Joaquin Phoenix), um cafetão sem escrúpulos. Para salvar a irmã, Ewa está pronta a sacrificar tudo e, resignada, prostitui-se. A chegada de Orlando (Jeremy Renner), ilusionista e primo de Bruno, restaura a confiança e a esperança de dias melhores. Mas não contavam com o ciúme de Bruno.

  • A Desconhecida

A Desconhecida

Direção: Giuseppe Tornatore
País: Itália

Irena (Kseniya Rappoport) sai da Ucrânia para viver na Itália, em busca de uma vida melhor, mas acaba no caminho da prostituição, sofrendo explorações e violências. Depois de um tempo, ela consegue se desvencilhar dessa vida e arranja um novo emprego de babá, ganhando a confiança de seus patrões, mas o passado ainda a atormenta.

  • A Igualdade é Branca

A Igualdade é Branca

Direção: Krzystof Kieslowski
País: Polônia; França

Segundo episódio da série do diretor polonês Kieslowski, dedicada aos ideais da Revolução Francesa (liberdade, igualdade e fraternidade), e o único da trilogia tratado de forma humorística. Dessa vez, o filme apresenta um olhar irônico sobre como o vazio da vida pode ser profundamente afetado pelo amor. A esposa de Karol (Zbigniew Zamachowski) pede o divórcio e o trata com crueldade, pois ele está impotente. Sem dinheiro e sem ninguém, Karol, que é imigrante na França, retorna à Polônia. Aos poucos ele vai ganhando dinheiro e planeja uma doce vingança.

  • Touki BoukiTouki Bouki

    Direção: Djibril Diop Mambéty
    País: Senegal
    Nome Original: Touki Bouki

    “Paris, Paris”, sussura Joséphine Baker na banda sonora. Através de um belo atalho, a canção introduz o assunto do filme, a estranha dupla atração/repulsa que exerce a “cidade das luzes” sobre a geração africana pós-independências: atração pela capital (as palavras), recusa da assimilação. Os dois protagonistas vivem à margem: em Dakar. Ao sabor da corrente tentam reunir por todos os meios (roubos, prostituição) o dinheiro que lhes permitirá chegar a Paris.

  • Um Conto Chinês

Um Conto Chinês

Direção: Sebastián Borensztein
País: Argentina

A história de um rabugento dono de uma casa de ferragens que, inesperadamente, se depara com o cenário de ajudar um chinês que foi jogado de um carro e não fala uma palavra em espanhol.

  • A Jaula de Ouro

A Jaula de Ouro

Direção:  Diego Quemada-Diez
País: México

O drama segue as aventuras de dois adolescentes que buscam cruzar a fronteira mexicana para encontrar uma vida melhor nos Estados Unidos.

  • O Albergue Espanhol

Albergue Espanhol

Direção: Cédric Klapisch
País: Espanha; França

Xavier (Romain Duris) tem 25 anos e está terminando o curso de Economia. Um amigo de seu pai lhe oferece um emprego no Ministério da Fazenda, mas para assumir o posto o rapaz precisa saber a língua espanhola. Ele decide acabar seus estudos em Barcelona, para aprender a língua. Para isso vai ter que deixar Martine (Audrey Tatou), sua namorada há quatro anos. Ao chegar em Barcelona Xavier procura um apartamento no centro da cidade e acha um em que deve morar com sete estudantes, todos estrangeiros. Com eles Xavier vai descobrir a autonomia e a sexualidade e iniciar a vida adulta.

  • Contra a Parede

Contra a Parede

Direção: Fatih Akin
País: Alemanha; Turquia

Sibel (Sibel Kekilli) é uma bela muçulmana de 20 anos. Em uma clínica de recuperação, após uma tentativa de suicídio, ela conhece Cahit (Birol Ünel), um turco quarentão e sua vida sofre uma reviravolta.

  • O Silêncio de Lorna

O Silencio de Lorna

Direção: Irmãos Dardenne
País: França

Com a vontade de se tornar dona de uma lanchonete com seu namorado, Lorna (Arta Dobroshi), uma mulher jovem albanêsa que vive na Bélgica, torna-se cúmplice de um plano diabólico concebido por Fabio (Fabrizio Rongione), que planeja uma farsa em seu casamento com Claudy (Jérémie Renier).

  • O Menino e o Mundo

O Menino e o Mundo

Direção: Alê Abreu
País: Brasil

Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. Uma inusitada animação com várias técnicas artísticas que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança.

Um comentário em “15 Filmes sobre Migração

  • 4 de fevereiro de 2017 em 12:55
    Permalink

    Recentemente assisti um fantástico chamado A boa mentira (The good lie). Merecia estar na lista,

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *