15 Filmes com Trilha Sonora de Ennio Morricone que Você Precisa Assistir

Por Philippe Leão
 

Ennio Morricone é um dos – se não o maior – compositor da história do Cinema. Tendo trabalhado com diversos nomes como Sergio Leone, Pier Paolo Pasolini, Giuseppe Tornatore, Bertolucci e outros, o maestro é inovador na composição musical narrativa. A flauta de pan em Era uma Vez na América, o trabalho com música étnica para Pasolini são algumas das inovações de Morricone. No demais, o maestro é conhecido por grandes composições em filmes de Faroeste Spaghetti como Era uma Vez no Oeste e Três Homens em Conflito. A lista é uma homenagem ao já tarde Oscar ao mestre.

 

 

  • Por um Punhado de Dolares
 
 
Direção: Sergio Leone
País: Itália
Joe (Clint Eastwood) é um pistoleiro barra pesada que chega a uma cidade que está em guerra. Quando percebem o potencial de Joe, ambas as partes se interessam por contratá-lo; é quando ele percebe que pode ganhar um dinheiro com a situação aceitando a proposta dos dois lados.
 

 

  • Sacco e Vanzetti

 

Direção: Giuliano Montaldo
País: França ; Itália
Boston, início dos anos 20. Nicola Sacco (Riccardo Cucciolla) e Bartolomeo Vanzetti (Gian Maria Volonté) são dois imigrantes italianos, sendo o primeiro um sapateiro e o outro um peixeiro, que são detidos pela polícia. Ninguém negava que eram anarquistas, na verdade eles mesmo admitiam, pois acreditavam que era a única forma de o homem ser explorado pelo homem. Porém era duvidoso que Sacco e Vanzetti fossem culpados de um assassinato, que aconteceu em 15 de abril de 1920. O julgamento deles deixou de ser algo baseado na justiça e sim na política, pois deviam ser condenados por serem estrangeiros e seguirem uma doutrina política que se opunha ao conservadorismo, que tinha as rédeas do poder nos Estados Unidos.
  • Malèna
 
 
Direção: Giuseppe Tornatore
País: Itália
Em 1941, numa pequena vila localizada na Sicília, um grupo de garotos de 13 anos de idade nutre uma profunda paixão por Malena (Monica Bellucci), a viúva de um soldado local, despertando uma história de amor, perda e coragem.
 
  • Era uma Vez na América
 
 
Direção: Sergio Leone
País: Itália
Em virtude das terras que possuía serem futuramente a rota da estrada de ferro, um pai e todos os filhos são brutalmente assassinados por um matador profissional. Entretanto, ninguém sabia que ele, viúvo há seis anos, tinha se casado com uma prostituta de Nova Orleans, que passa ser a dona do local e recebe a proteção de um hábil atirador, que tem contas a ajustar com o frio matador.
  • Cinema Paradiso
 
Direção: Giuseppe Tornatore
País: Itália
Nos anos que antecederam a chegada da televisão (logo depois do final da Segunda Guerra Mundial), em uma pequena cidade da Sicília o garoto Toto (Salvatore Cascio) ficou hipnotizado pelo cinema local e procurou travar amizade com Alfredo (Philippe Noiret), o projecionista que se irritava com certa facilidade, mas parelamente tinha um enorme coração. Todos estes acontecimentos chegam em forma de lembrança, quando agora Toto (Jacques Perrin) cresceu e se tornou um cineasta de sucesso, que recorda-se da sua infância quando recebe a notícia de que Alfredo tinha falecido.
  • A Batalha de Argel
 
Direção: Gillo Pontecorvo
País: França; Itália
Os eventos decisivos da guerra pela independência da Argélia, marco do processo de libertação das colônias européias na África. Entre 1954 e 1957 é mostrado o modo de agir dos dois lados do conflito, a Frente de Libertação Nacional e o exército francês. Enquanto que o exército usava técnicas de tortura e eliminava o maior número possível de rebeldes, a FLN desenvolvia técnicas não-convencionais de combate, baseadas na guerrilha e no terrorismo.
 
  • Era uma Vez no Oeste
 
Direção: Sergio Leone
País: Itália
Em virtude das terras que possuía serem futuramente a rota da estrada de ferro, um pai e todos os filhos são brutalmente assassinados por um matador profissional. Entretanto, ninguém sabia que ele, viúvo há seis anos, tinha se casado com uma prostituta de Nova Orleans, que passa ser a dona do local e recebe a proteção de um hábil atirador, que tem contas a ajustar com o frio matador.
  • Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita
 
 
Direção: Elio Petri
País: Itália
Inspetor do alto escalão da polícia italiana, com reputação ilibada, fama de incorruptível, mas reacionário, mata sua amante, Augusta Terzi. Testa se a polícia irá acusá-lo por isso e durante o filme, ele vai plantando pistas óbvias que o identificam como o assassino ao mesmo tempo em que vê os colegas ignorando-as, intencionalmente ou não.

 

 

  • A Missão

 

 
Direção: Roland Joffé
País: Reino Unido
No final do século XVIII Mendoza (Robert De Niro), um mercador de escravos, fica com crise de consciência por ter matado Felipe (Aidan Quinn), seu irmão, num duelo, pois Felipe se envolveu com Carlotta (Cherie Lunghi). Ela havia se apaixonado por Felipe e Mendoza não aceitou isto, pois ela tinha um relacionamento com ele. Para tentar se penitenciar Mendoza se torna um padre e se une a Gabriel (Jeremy Irons), um jesuíta bem intencionado que luta para defender os índios, mas se depara com interesses econômicos.
 
  • Quando Explode a Vingança
 
Direção: Sergio Leone
País: Itália
Juan Miranda (Rod Steiger) é um camponês rude com coração de Robin Hood. Sean Mallory (James Coburn) é um revolucionário irlandês que é especialista em dinamite e vive agora no México. Após um início complicado eles passam a atuar juntos e se envolvem em um ousado plano de fuga para libertar prisioneiros políticos e na defesa de seus compatriotas contra a milícia de um sádico oficial.

 

  • Os Sicilianos
 
Direção: Henri Verneuil
País: França
Alain Delon e Jean Gabin são os astros desse suspense de direção firme e fotografia deslumbrante – com muita ação do começo ao fim! Roger Santet (Alain Delon) é um assassino que é resgatado da prisão pelo Clã Siciliano liderado pelo já idoso Vittorio Manalese (Jean Gablin). Com a ajuda de Sanet, o mafioso trama realizar o roubo mais ambiciosos que já planejou: roubar 50 milhões em jóias sequestrando o avião que as transporta em sua rota trai a confiança de Vittorio ao seduzir sua bela nora (Irina Demick). Os dois iniciam então um incansável jogo de gato e rato em um duelo de inteligência e valentia que prenderá sua atenção até o último segundo!
  • 1900
 
 
Direção: Bernardo Bertolucci
País: Itália
O filme acompanha as vidas e a relação de dois homens, o filho de um camponês e o de um fazendeiro, na Itália, de 1900 a 1945. Nesse período, surge e cresce o fascismo e, em contraposição, o comunismo, o que vai afetar a vida dos personagens centrais.
 
  • Três Homens em Conflito
 
Direção: Sergio Leone
País: Itália
O inimitável Homem sem Nome se alia a dois pistoleiros para ir atrás de uma fortuna em ouro roubado. Mas o trabalho em equipe não é uma atividade comum aos fora-da-lei, e eles logo descobrem que seu maior desafio é ficar vivo em um país devastado pela guerra.
  • A Lenda do Pianista do Mar
 
Direção: Giuseppe Tornatore
País: Itália
Um garoto nasce em pleno alto-mar, ganhando o nome do ano em que nasceu: 1900. A criança cresce num mundo encantado de fortes ventos tempestuosos e cobertas balançando, conhecendo toda a existência disponível a seu toque nos confins do transatlântico em que nasceu. Já crescido, seu talento natural no piano chama a atenção da lenda do jazz Jelly Roll Morton, que sobe a bordo para desafiar 1900 para um duelo. Indiferente com sua súbita notoriedade, 1900 mantém uma fixação pelo mar, sendo sempre seduzido pelos sons do oceano.
  • As Mil e um Noites
 
Direção: Pier Paolo Pasolini
País: Itália
Capítulo final da trilogia de Pasolini inspirada em contos clássicos do erotismo, que se iniciou com ”Decameron” e ”Os Contos de Canterbury”. Aqui a história é centrada num jovem que se apaixona por uma escrava.
EXTRA (trilha vencedora do Oscar)
  • Os Oito Odiados

 

 

2 comentários em “15 Filmes com Trilha Sonora de Ennio Morricone que Você Precisa Assistir

  • 27 de março de 2016 em 01:58
    Permalink

    Il deserto dei Tartari,Estamos todos bem,Queimada,Cinzas no paraíso,Marco Polo,Investigação sobre um cidadão acima de qualquer suspeita,O Prefeito de ferro,Cidade violenta e muitas outras sãso trilhas formidáveis do grande Maestro Ennio Morricone.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *