12 Filmes Inspirados na Obra de Willian Shakespeare

Por Philippe Leão

 A nova lista do Cineplot contemplará grandes obras referentes a linguagem e narrativas cinematográficas que conseguiram contemplar as ideias da linguagem literária de William Shakespeare. A ideia, dessa forma, não é trazer adaptações das obras do autor, sendo estes apenas uma transposição mecânica de linguagens. Trata-se de filmes que se prendem a um requisito autoral e artístico individual que lhes qualificam como obras de CINEMA e que, sendo assim, inspiraram-se nas narrativas de um dos maiores autores de todos os tempos.

 

Ran

 
Direção: Akira Kurosawa
País: Japão
Japão, século XVI. Hidetora (Tatsuya Nakadai), o poderoso chefe do clã dos Ichimonjis, decide dividir em vida seus bens entre seus três filhos: Taro Takatora (Akira Terao), Jiro Masatora (Jinpachi Nezu) e Saburu Naotora (Daisuke Ryu). Com o primeiro fica a chefia do feudo, as terras e a cavalaria. Os outros dois ficam com alguns castelos, terras e o dever de ajudar e obedecer Taro. No entanto, Hidetora exige viver no castelo de alguns deles, manter seus trinta homens, seu título e a condição de grão-senhor, mas Saburu, o predileto, prevendo as desgraças que viriam com tal decisão, se mostra contrário à decisão paterna. Assim é expulso do feudo e acaba sendo acolhido por Nobuhiro Fujimaki (Hitoshi Ueki), que se mostra impressionado com sua decisão de contrariar o pai e casa-o com sua filha. Hidetora vai ao seu castelo, que agora é de Taro, e não é bem recebido, pois seu primogênito é encorajado por Kaede (Mieko Harada), sua mulher, para ter liberdade para tomar decisões e chefiar o feudo. Kaede quer vingar a morte dos pais, que foram mortos por Hidetora em um incêndio, e guarda muito rancor e igual rejeição. Hidetora sente isso quando vai ao castelo de Jiro e assim se vê isolado em seu ex-império e bem próximo da insanidade.

Sombras dos Ancestrais Esquecidos

Direção: Sergei Parajanov
País: URSS/Ucrânia
Nome Original: Tini Zabutykh Predkiv

O filme mais célebre de Sergei Paradjanov conta a história dos amores contrariados de dois jovens de famílias rivais, que acabam por se reunir na morte. Mas dizer que este filme louco e poético “conta uma história” é limitar o seu alcance. Inspirando-se em lendas ucranianas, Paradjanov também se inspirou nas ricas tradições folclóricas da região, na música, nas cores, nos ritos. Em perpétuo movimento, o filme é um prodigioso emaranhado de imagens de grande beleza, que contam em filigrana a história dos amores infelizes dos protagonistas.

Trono Manchado de Sangue
 
Direção: Akira Kurosawa
País: Japão
No Japão do século XVI, os samurais Washizu e Miki encontram uma feiticeira na volta para casa depois de vencerem uma batalha. Ela prevê que Washizu será o Senhor do Castelo do Norte. Esse é o início de uma sangrenta luta pelo poder. Adaptação da peça “Macbeth”, de Shakespeare.
Otelo
Direção: Orson Welles
País: EUA

Desdemona, filha de um aristocrata veneziano, é comprometida com Iago e foge com um heróico militar mouro Othello.Ressentido, Iago planeja separar o casal.

Homem Mau Dorme Bem
 
Direção: Akira Kurosawa
País: Japão
Uma história que remete ao “Hamlet” de Shakespeare.
No Japão do pós-guerra, um jovem tenta se utilizar de sua posição no coração de uma empresa corrupta para expor os homens responsáveis pela morte de seu pai. No dia de seu casamento, vários rumores e comentários circulam entre os presentes, que cinco anos antes, o pai de Nishi morreu após cair de uma janela do andar do edifício da empresa. Muitos duvidam de um suicídio. Nishi tentará investigar sobre um possível assassinato de seu pai.
A Herança
 
Direção: Ozualdo Candeias
País: Brasil
Adaptação de Hamlet, de Shakespeare, para o Centro-Sul brasileiro do início do século XX. Omeleto, um rapaz filho de senhores do sertão, vai para a capital com o objetivo de estudar e fazer-se doutor. O pai morre e ele volta antes do esperado, encontrando a mãe casada com o irmão do pai. O falecido volta do além e conta para o filho que foi assassinado, o rapaz promete vingança a fim de que a alma do pai possa descansar em paz.
Rei Lear
Direção: Grigori Kozintsev
País: Rússia

Aclamada como uma das melhores adaptações desta tragédia Shakespeareana, Rei Lear da Inglaterra, de Grigori Kozintsev, é uma impressionante interpretação épica baseada em uma tradução do romancista Boris Pasternak e impulsionado por uma agitação pontuada pelo compositor Dmitri Shostakovich. Fino e frágil, Yuri Yarvet interpreta o papel título, no qual incide sobre o rei do sofrimento e da dor. Foi aclamado internacionalmente. Kozintsev, um dos pares de Eisenstein, dupla que funcionou bem na década de 1960, foi um mestre da técnica cinematográfica que finalmente alcançou o reconhecimento no final de sua carreira pela sua deslumbrante adaptação de Shakespeare.

 

Planeta Proibido
 
Direção: Fred M. Wilcox
País: EUA
Baseado no drama “A Tempestade”, de William Shakespeare, conta a história de um cruzador interplanetário C-57D que aterriza no planeta Altair IV, com o objetivo de resgatar um grupo de cientistas colonizadores que lá haviam aterrissado vinte anos antes com a nave espacial Belerofonte. Os viajantes encontram um filólogo e sua filha, únicos humanos imunes a uma misteriosa força existente no planeta…
Relatos Selvagens
Direção: Damián Szifron
País: Argentina
Diante de uma realidade crua e imprevisível, os personagens deste filme caminham sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. São seis episódios com pessoas vivendo situações-limite e respondendo violenta e inesperadamente a elas: uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a violência de um pequeno detalhe cotidiano são capazes de empurrar estes personagens para um lugar fora de controle.
Macbeth
Direção: Orson Welles
País: EUA
Baseado na obra de Willian Shakspeare,conta a história de um homem ambicioso que conspira para se tornar rei na Escócia medieval.

Amor, Sublime Amor

Direção: Robert Wise; Jerome Robbins
País: EUA
Ano: 1961
Nome Original: West Side Story

No lado oeste de Nova York, à sombra dos arranha-céus, ficam os guetos de imigrantes e classes menos favorecidas. Duas gangues, os Sharks, de porto-riquenhos, e os Jets, de brancos de origem anglo-saxônica, disputam a área, seguindo um código próprio de guerra e honra. Tony (Richard Beymer), antigo líder dos Jets, se apaixona por Maria (Natalie Wood), irmã do líder dos Sharks, e tem seu amor correspondido. A paixão dos dois fere princípios em ambos os lados, acirrando ainda mais a disputa.

Falstaff – O Toque da Meia-noite
Diretor: Orson Welles
País: EUA

O filme reúne fragmentos e personagens de diversas peças de Shakespeare, entre eles, o “anti-herói” Sir John Falstaff, fio condutor da história.

CONHECE NOSSO CANAL NO YOUTUBE? SE INSCREVE LÁ!!

2 comentários em “12 Filmes Inspirados na Obra de Willian Shakespeare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *