15 Filmes Sobre a Infância – O Retorno

Por: Philippe Leão

Já conferiu a primeira parte da lista?

Filmes sobre Infância parte I

 

  • Fanny e Alexander
 Fanny e Alexander
Direção: Ingmar Bergman
País: Suécia

No início do século XX, após um alegre Natal na família Ekdahl, o pai de um casal de crianças vem a falecer. Deste momento em diante Alexander (Bertil Guve), o menino, passa a ver o fantasma do pai freqüentemente. Tempos depois Emilie (Ewa Fröling), sua mãe, casa-se com um extremamente rígido religioso e as crianças são obrigadas a deixar a casa da avó paterna, onde foram muito felizes, e passam a viver com a família do padrasto de hábitos severos, onde são tratados como prisioneiros. Na casa do padrasto o menino passa a ver o fantasma da primeira esposa dele e suas filhas, que haviam morrido tentando escapar dele. Decorrido algum tempo, a mãe se conscientiza da real personalidade do marido e de quanto seus filhos sofrem naquela casa, assim planeja um modo de tirá-los daquele lugar e levá-los de volta à casa da avó.

  • Alice nas Cidades
 Alice nas Cidades
Direção: Wim Wenders
País: Alemanha

O jornalista alemão Philip Winter adquire a fobia de bloqueio de escritor ao tentar escrever um artigo sobre os Estados Unidos e, então, decide retornar à Alemanha. Ao registrar o vôo, encontra-se com uma mulher alemã e sua filha Alice, de nove anos, assim começando uma longa e duradoura amizade.

  • A Infância de Ivan
 A Infância de Ivan
Direção: Andrei Tarkovsky
País: Rússia

Durante a segunda Grade Guerra, os russos tentavam combater a investida nazista em seu território. Nas frentes soviéticas, Ivan, um garoto órfão de 12 anos, trabalha como um espião, podendo atravessar as fronteiras alemãs para coletar informação sem ser visto, e vive sob os cuidados de três oficiais russos. Mas, após inumeras missões, e com um desgaste físico cada vez maior, os oficiais resolvem poupar Ivan, mandando-o para a escola militar. Ganhador do Leão de Ouro em Veneza.

  • Pixote, A Lei do Mais Fraco
 Pixote
Direção: Hector Babenco
País: Brasil

Pixote (Fernando Ramos da Silva) foi abandonado por seus pais e rouba para viver nas ruas. Ele já esteve internado em reformatórios e isto só ajudou na sua “educação”, pois conviveu com todo o tipo de criminoso e jovens delinqüentes que seguem o mesmo caminho. Ele sobrevive se tornando um pequeno traficante de drogas, cafetão e assassino, mesmo tendo apenas onze anos.

  • Os Esquecidos
 Os Esquecidos
Direção: Luis Buñuel
País: México

Nos subúrbios da Cidade do México um grupo de jovens delinquentes passa os dias cometendo pequenos roubos. Um fugitivo de um reformatório, Jaibo (Roberto Cobo), por ser mais velho e experiente se torna o líder natural deles. Um dia, na companhia de Pedro (Alfonso Mejía), Jaibo se descontrola e espanca Julian (Javier Amézcua) até a morte, pois supostamente este o teria delatado. Pedro, que tem uma grande necessidade de carinho materno mas é ignorado por sua mãe (Estela Inda), carrega um sentimento de culpa por se considerar cúmplice de Jaibo, que se comporta como se nada tivesse acontecido. Jaibo ainda tenta seduzir a mãe de Pedro, que não lhe dá nenhuma abertura, fazendo com que o confronto entre Jaibo e Pedro seja algo inevitável.

  • Meninos de Tóquio
 Meninos de Tóqui
Direção: Yasujiro Ozu
País: Japão

Dois jovens irmãos se transformam em líderes de uma gangue de garotos da vizinhança. Um dia, eles visitam a casa do chefe do pai deles e descobrem que seu filho fora membro da gangue. Encantador filme de Ozu, onde o mestre japonês joga o contraste entre a submissão do Sr. Yoshii a seu chefe, e a que ele reclama a seus dois filhos pequenos, algo que eles não parecem demasiado dispostos, em parte porque se envergonham do que lhes parece uma atitude servil. Com uma trama ligeira e elementos cômicos – a greve de fome dos meninos por exemplo, por culpa de umas deliciosas bolas de arroz -, Ozu pinta um simpático quadro familiar, quando fala de resignação, um enfoque vital muito oriental. Profundo e belo.

Confira um pouco mais de Yasujiro Ozu em nosso canal!

 

  • O Espirito da Colméia
 O Espirito da Colmeia
Direção: Victor Erice
País: Espanha

As duas pequenas irmãs Ana (Ana Torrent) e Isabel (Isabel Tellería) moram em terras rurais da Espanha, na década de 40. Elas estão determinadas a encontrar a estranha figura de “Frankenstein” que passará pela região.

  • Rio 40 Graus
 Rio 40 Graus
Direção: Nelson Pereira dos Santos
País: Brasil
O filme é um semi-documentário sobre pessoas do Rio de Janeiro e acompanha um dia na vida de cinco garotos de uma favela que, num domingo tipicamente carioca e de sol escaldante, vendem amendoim em Copacabana, no Pão de Açúcar e no Maracanã.
É considerada a obra inspiradora do cinema novo, movimento estético e cultural que pretendia mostrar a realidade brasileira. O filme foi censurado pelos militares, que o consideraram uma grande mentira. Segundo o censor e chefe de polícia da época, “a média da temperatura do Rio nunca passou dos 39,6º C”.

 

  • Alemanha, Ano Zero
 Alemanha Ano Zero
Direção: Roberto Rossellini
País: Itália

Em Berlim, após o final da 2ª Guerra Mundial, Edmund (Edmund Moeschke), um garoto de uma família muito pobre, trabalha para sustentar o pai doente, sua pequena irmã e o irmão, que não tem documentos. Um dia, ao conversar com um antigo mestre (Erich Gühne), fala do seu pai enfermo e entende ter recebido um conselho para matar seu pai, um peso morto. Ele começa a pensar na ideia.

  • O Conto da Princesa Kaguya
 O Conto da Princesa Kaguya
Direção: Isao Takahata
País: Japão

Esta animação é baseada no conto popular japonês “O corte do bambu”. Kaguya era um minúsculo bebê quando foi encontrada dentro de um tronco de bambu brilhante. Passado o tempo, ela se transforma em uma bela jovem que passa a ser cobiçada por 5 nobres, dentre eles, o próprio Imperador. Mas nenhum deles é o que ela realmente quer. A moça envia seus pretendentes em tarefas aparentemente impossíveis para tentar evitar o casamento com um estranho que não ama. Mas Kaguya terá que enfrentar seu destino e punição por suas escolhas..

  • Lua de Papel
 Lua de Papel
Direção: Peter Bogdanovich
País: EUA
Em 1936, após a morte da mãe, a órfã Addie Loggins (Tatum O’Neal) fica sob os cuidados de Moses Pray (Ryan O’Neal), um vendedor de bíblias que na verdade é um vigarista, que pode ou não ser o pai de Addie.
Tentando entregar Addie aos parentes dela, Moses descobre que aquela menina de 9 anos é bem precoce, pois tem um enorme “jogo de cintura” e até mesmo fuma e pragueja.

 

  • Corvos
 corvos
Direção: Dorota Kedzierzawska
País: Polônia

Uma criança de cerca de 10, apelidada de “Corvo” (porque ela imita o pássaro) não tem amigos e rejeita o abraço dos seus professores. Em casa, ela é deixada sozinha, sua mãe a esquece enquanto diverte amantes ou dorme sozinha. Uma manhã, a pequena vê uma criança abraçada por ambos os pais e isso a comove. Quando a criança é deixada sozinha, ela a sequestra na tentativa de ser sua mãe. E começa aí uma jornada de luz e inocência na busca da pequena por afeto e carinho.

  • Tumulo dos Vagalumes
 Tumulo dos Vagalumes
Direção: Isao Takahata
País: Japão

Uma trágica história sobre dois irmãos – Setsuko e Seita – que vivem no Japão durante a época da guerra que, após tornarem-se órfãos por causa do conflito (sua mãe morreu e seu pai está desaparecido), vão parar na casa de parentes. As coisas pioram quando acabam tendo que ir viver em um abrigo no meio do mato. Quando Setsuko, a irmãzinha caçula, adoece gravemente, seu irmão deve se virar para conseguir ajuda para a menina, mas os tempos são difíceis e mesmo um pouco de comida pode ser difícil encontrar.

  • Meu Amigo Totoro
 Meu amigo totoro
Direção: Hayao Miyazaki
País: Japão

Mei, é uma jovem que encontra uma pequena passagem em seu quintal, que a leva à um lendário espírito da floresta, conhecido como Totoro. Sua mãe está no hospital, e seu pai, divide o tempo entre dar aulas na faculdade e cuidar de sua mulher doente. Quando Mei, tenta visitar a mãe por conta própria, se perde na floresta, e só o grande e fofo Totoro, pode ajudar a menina a achar o caminho de volta para casa.

  • O Balão Vermelho
 Balão Vermelho
Direção: Albert Lamorisse
País: França
Garoto encontra um balão vermelho e passa a vagar pelas ruas de Paris apreciando a beleza. Mas a cada canto em que vai, ele se depara com adultos e bandos de crianças que fazem chacota de seu apego a um simples balão.

Um comentário em “15 Filmes Sobre a Infância – O Retorno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *